Entender a diferença entre homeopatia e medicamentos manipulados vai muito além da conceituação. É preciso contextualizá-los junto a outros termos farmacêuticos, marcando suas particularidades.

Inicialmente, é importante entender que os princípios farmacológicos da homeopatia são distintos da alopatia — medicina tradicional. Enquanto o primeiro baseia-se em medicamentos para tratar doenças em longo prazo, os produtos alopáticos tendem a resolver problemas clínicos agudos.

Abordaremos, a seguir, as diferenças entre os medicamentos produzidos industrialmente e os manipulados, mostrando as características de cada um deles. Confira!

O que são medicamentos homeopáticos?

A homeopatia é uma ciência que preza pelo equilíbrio físico e psíquico do indivíduo, sendo as doenças consideradas perturbações para o alcance da estabilidade. Em geral, o tratamento é feito mediante a uma anamnese criteriosa do médico homeopata.

Após esse procedimento, o profissional prescreverá medicamentos homeopáticos que são preparações manipuladas com princípios ativos diluídos de forma centesimal para que o organismo se acostume com esses produtos.

Os medicamentos homeopáticos são desenvolvidos na teoria do semelhante. Isso significa que para combater um problema estomacal, são prescritas medicações que alteram a fisiologia do estômago, de forma a estimular as defesas do organismo e restabelecer o equilíbrio corporal.

Os medicamentos alopáticos tratam na teoria oposta. Quando existe um problema estomacal, são prescritos produtos que diminuem a acidez desse órgão para resolver a condição imediatamente.

O que são medicamentos manipulados?

São os produtos das farmácias de manipulação. Esses estabelecimentos seguem rígidos padrões de qualidade e rastreabilidade dos medicamentos manipulados, contando sempre com a presença do farmacêutico.

Os medicamentos manipulados foram desenvolvidos, inicialmente, para personalizar a terapia, ou seja, criar produtos em dosagem ou formas farmacêuticas específicas para o indivíduo. No entanto, com as tecnologias existentes, é possível manipular uma grande parcela de medicamentos.

Além disso, uma farmácia de manipulação pode produzir tanto medicamentos homeopáticos quanto alopáticos. 

Qual é a diferença entre eles?

Não existe uma diferença significativa entre a homeopatia e os produtos manipulados, somente em relação ao seu efeito no organismo. Isso porque, a princípio, todos os medicamentos podem ser manipulados, sendo eles homeopáticos ou alopáticos.

Contudo, os produtos manipulados tendem a garantir dosagens não produzidas pela indústria farmacêutica e personalizando o tratamento.

Além disso, a farmácia de manipulação pode fornecer produtos em formas farmacêuticas não fabricadas pela indústria, facilitando a administração dos medicamentos, principalmente, para o público pediátrico e idoso.

Exemplo disso é a transformação de princípios ativos encontrados em comprimidos e cápsulas para soluções orais. Também é possível obter a formulação de shampoos e cremes hidratantes para indivíduos com doenças do couro cabeludo e pele ou para estimular o crescimento dos pelos da barba.

A diferença entre homeopatia e medicamentos manipulados está apenas na ação farmacológica deles. Dessa forma, a homeopatia tende a fazer efeito mais lentamente, porém, de forma mais duradoura. Tanto esses medicamentos quanto os chamados alopáticos podem ser manipulados. Para isso, é preciso procurar um estabelecimento de confiança.

E você, ainda tem dúvidas sobre as diversas classificações de medicamentos? Então, não perca tempo e assine a nossa newsletter!