O protetor solar é indispensável para o nosso dia a dia, pois protege a nossa pele dos raios solares que podem causar males como o câncer de pele e que aceleram o envelhecimento tecidual. Porém, algumas pessoas ficam receosas de usá-lo, com medo do boato de que protetor solar causa acne.

Não poderia haver informação mais errada do que essa, afinal de contas, o protetor solar até mesmo ajuda a deixar a pele mais bonita. E para termos certeza disso, precisamos saber como as espinhas se formam e o que causa a excessiva oleosidade da pele.

Quer encontrar as respostas para essas dúvidas? Então continue a sua leitura!

Como as espinhas se formam?

É muito comum ouvir as pessoas falando que tem espinha porque a pele é muito oleosa. Entretanto, a oleosidade é apenas um dos fatores que interferem: há vários outros e é sobre eles que vamos falar agora.

Esse processo de formação se inicia semanas antes de nos depararmos com aquela marca terrível no rosto. Dois são os motivos principais para isso: as glândulas que produzem sebo em excesso e também a presença de sujeira na pele, entupindo os poros.

Além da sujeira do dia a dia (fuligem, poeira e outros), esse entupimento também pode ser causado por uma produção extra de queratina pela pele (ela é produzida a todo momento). Isso impede que a gordura saia através dos poros e, assim, permite que fique acumulada numa região do corpo.

Alguns fatores podem aumentar as chances de desenvolver espinhas como a idade. Os adolescentes têm muito mais chances de ter mais por conta dos hormônios que aumentam e aceleram a produção de gordura.

Além de boa alimentação e cuidados com a região, uma boa forma de evitar o aparecimento das espinhas é protegendo a pele com protetor solar em gel. Esse tipo não costuma apresentar óleo na sua composição.

Afinal, protetor solar causa acne?

É claro que não! Na verdade, o filtro solar ajuda a evitar que elas apareçam. O ideal é usar esse produto todos os dias, com FPS 30 para evitar maiores danos à pele. Além disso, ele não é capaz de aumentar a oleosidade da pele já que não possui substâncias que façam isso, ou seja, que façam a glândula sebácea produzir mais gordura.

No entanto, aqueles que já têm problemas com a acne precisam tomar cuidado com o tipo de filtro solar que escolhem. As versões em creme costumam ter óleo, o que pode acelerar a formação de cravos e espinhas. Para se manter protegido e com a pele saudável, basta escolher esse produto em gel ou outras versões.

O que fazer para evitar a oleosidade da pele?

Se você está tendo problemas com a acne, o primeiro passo é consultar um dermatologista para que ele possa iniciar o tratamento. Além disso, é necessário evitar ficar exposto ao sol, já que essa prática desidrata a pele e as glândulas tendem a produzir mais sebo quando a pele perde água.

Além disso, é necessário usar protetor solar oil free todos os dias, mesmo nos dias frios e nublados. Pode não parecer, mas os raios solares estão ali, presentes a todo momento.

Esses produtos contêm, em sua fórmula, princípios ativos que ajudam a controlar a produção de sebo durante o dia. Portanto, eles ajudam a manter a sua pele longe desse problema.

Você também achava que protetor solar causa acne? Se tiver outras dúvidas, conte pra gente na seção de comentários abaixo que nós adoraremos ajudar a esclarecê-las!