Sabe aquela coceira que costuma dar no couro cabeludo, que deixa o cabelo oleoso e cheio de pedacinhos brancos? A descamação, irritação do couro cabeludo e a coceira são sinais de que existe caspa e que é preciso tratá-la.

A caspa é um problema  para muitas pessoas e pode afetar, inclusive, a autoestima. Por isso, vamos explicar o que causa caspa e também trazer algumas dicas para que você possa cuidar e impedir que ela retorne. Confira!

O que causa caspa?

A caspa ocorre quando a produção de sebo nas glândulas sebáceas sofrem alterações. Sua manifestação é realizada por meio de lesões vermelhas e descamativas. Afeta principalmente o couro cabeludo, mas também pode se localizar na face, tronco, sobrancelhas ou nos cílios.

O motivo é simples: as células velhas que normalmente são eliminadas por descamação pelo couro cabeludo e são imperceptíveis, começam a ser eliminadas em formas de flocos quando a pele do couro cabeludo fica inflamada.

Uma mesma pessoa pode ter mais de um causador da caspa e a dermatite pode ocorrer em ambos os sexos. Mas não se preocupe, ela não é contagiosa. Também é passível de tratamento, que precisa ser bem feito para que ela não fique sumindo e voltando.

Se os cuidados não forem tomados de forma preventiva, as caspas podem retornar e sua perenidade pode agravar a calvície. Se você tem dúvidas sobre o que causa a caspa, saiba que ainda não há uma explicação exata, mas existem facilitadores para o surgimento. São eles:

Couro cabeludo seco – é apontado como uma das causas mais comuns e pode ser facilmente tratada. As caspas formadas costumam ser menores do que as demais causas e podem ser eliminadas com a hidratação do couro cabeludo e dos cabelos;

Fungo no couro cabeludo – por ser um local do corpo rico em óleo, o couro cabeludo pode sofrer com a aparição da malassezia. Esse fungo do tipo levedura pode ocorrer em todos os tipos de couro e é atraído pelas caspas;

Fatores emocionais – mesmo não sendo um fator que causa o aparecimento inicial, as emoções, principalmente situações de estresse, são potencializadores da caspa;

Inverno – é preciso tomar cuidado nessa época do ano, pois a tendência é tomar banhos mais quentes. É exatamente essa temperatura alta que interfere na oleosidade da pele e causar a queda de fios de cabelo. Como consequência, o volume de caspas aumenta consideravelmente.

Alterações hormonais – os hormônios costumam causar sérias mudanças no corpo quando estão alterados. E o nosso couro cabeludo também sofre com isso.

Como tratar?

O tratamento varia de acordo com uma série de fatores: alergias do paciente, intensidade da caspa, variação emocional e outros. Por isso, é importante procurar um médico para conseguir uma receita para manipular um shampoo que seja mais adequado para seu couro cabeludo.

Pode ser necessário o tratamento por via oral em casos mais severos e acompanhado de loções e shampoos para a manutenção. Normalmente, o uso desses produtos não deve ocorrer todos os dias, sendo necessário alternar conforme a orientação médica.

É importante tomar cuidados diários para poder  diminuir ou prevenir o aparecimento das caspas. Evite lavar os cabelos com água muito quente, diminua a ingestão de gorduras e açúcar e tome sol pela manhã ou fim de tarde sempre que possível, pois diminui a inflamação.

Agora que você já sabe o que causa caspa e como trata-la, que tal compartilhar este conteúdo nas redes sociais? Tem muita gente que pode se beneficiar dessas informações.