Magnésio Dimalato para que serve?

Ao longo do texto, você vai perceber que o Magnésio Dimalato serve para prevenir e reparar dores, melhor absorção de outros minerais e otimizar a produção de energia.

Como já dissemos em um texto sobre Magnésio aqui no blog, ele é responsável por mais de 350 reações bioquímicas no organismo. O magnésio atua no metabolismo de proteínas e carboidratos, fósforo, zinco, ferro, chumbo, cádmio acetilcolina, óxido nítrico e na ativação da tiamina (vitamina B1). Portanto, a deficiência crônica e aguda pode trazer muitos transtornos e doenças.

A falta de Magnésio Dimalato no organismo pode gerar o comprometimento da memória, cãibras, fraqueza muscular, hipocalemia (diminuição de cálcio no organismo), tremores, irritabilidade neuromuscular, além de estar associado à elevação da pressão sanguínea.

O que é Magnésio Dimalato?

O Magnésio Dimalato é uma combinação de magnésio com ácido málico. Por isso, ele é também chamado por magnésio malato ou malato de magnésio. Ele é composto por duas moléculas de ácido málico ligado a uma molécula de magnésio, possuindo assim uma biodisponibilidade mais elevada.

Essa composição é considerada uma boa fonte de magnésio, tem uma absorção prolongada e por ser na forma malato, não reage com o ácido gástrico, evitando o desconforto gástrico. O que não acontece com as demais formas de magnésio.

Qual a diferença deste para o outro magnésio?

Magnésio Dimalato serve para melhorar a fraqueza muscular, atenuar dores e espasmos musculares, promover rápida recuperação muscular, melhorar as funções cognitivas e ser coadjuvante no tratamento da fibromialgia.

O Magnésio atua no sistema neuromuscular participando da transmissão neuroquímica e da excitabilidade muscular, controla a atividade elétrica cardíaca, a contratilidade muscular e o funcionamento das células nervosas. Está relacionado metabolicamente ao cálcio se tornando fundamental para a manutenção da integridade óssea. Além disso, participa dos processos de troca de minerais entre ossos e tecidos, atua na regulação da ossificação, na fixação adequada de cálcio e impede a deposição em fórmula de cálculos.

E qual o papel do Ácido Málico?

O Ácido Málico é um composto orgânico encontrado em frutas, por exemplo, a maçã. Estando ligado ao magnésio, o ácido málico atua nas dores crônicas, como na fibromialgia que é uma síndrome crônica que provoca queixas de dor músculo esquelética difusa. Ele possui uma capacidade de inverter rapidamente a fraqueza, fadiga, o cansaço nos músculos, melhora a força muscular, o desempenho e a recuperação após exercício.

Além disso, restaura de forma rápida a energia para o corpo e promove a agilidade mental. Possui a capacidade de reduzir qualquer metal pesado que se acumule no organismo e reduz o risco de danos no fígado e distúrbios cerebrais, como a doença de Alzheimer.

Quais os benefícios desse magnésio e pra que serve?

O Magnésio Dimalato traz diversos benefícios tanto preventivos quanto reparadores. Como preventivo pode ser indicado como coadjuvante na osteoporose, fibromialgia e na saúde do coração, na otimização da produção de energia pelo corpo e no metabolismo de carboidratos. Como reparador, no favorecimento da absorção do cálcio da alimentação, reduzindo câimbras e fraqueza muscular, na manutenção das células do tecido nervoso. Além disso, previne o acúmulo de alumínio em excesso no cérebro das pessoas que têm deficiência de magnésio, uma vez que o ácido málico atravessa a barreira do cérebro e elimina esse alumínio.

Todas as pessoas podem consumi-lo?

É importante que o consumo desta substância seja sob orientação médica ou do nutricionista, principalmente gestantes e nutrizes. Não é recomendado para o uso pediátrico e pessoas hipersensíveis aos componentes desta formulação. 

Percebe-se que estamos diante de um mineral realmente essencial, que sua carência no organismo pode acarretar em diversos sintomas, transtornos e doenças. Consulte um especialista e veja a necessidade de tomar esse tipo de magnésio. Manipulamos  na quantidade e dosagem que você precisa. Quer saber mais? Entre em contato com a gente ou visite nosso site!

Referências bibliográficas: 1Literatura do fornecedor; 2 – Gil ES, Brandão ALA. Excipientes: Suas aplicações e controle físico-químico, Pharmabooks, 2007; 95-96p; MONTEIRO TH, VANNUCCHI H. Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes: Magnésio. International Life Sciences Institute, São Paulo, 2010.

banner entrar contato whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *