Fitoterapia: conheça 7 plantas que curam a dor

4 minutos para ler

As dores no corpo que sentimos ao longo da vida podem estar relacionadas a uma série de fatores, tais como doenças, inflamações e até mesmo estresse.

Muitos, ao sentir o desconforto da dor intensa e persistente, procuram soluções das mais diversas formas e se esquecem de que elas estão mais próximas que imaginamos — mais especificamente, nas plantas.

O tratamento com plantas é conhecido como fitoterapia e é amplamente utilizado ao longo da história do homem. Conheça mais sobre essa prática e descubra 7 plantas que curam a dor do corpo com suas propriedades medicinais:

A história da fitoterapia

A fitoterapia é o estudo sobre plantas de caráter medicinal e a sua aplicação na prevenção e no tratamento de doenças ou de males que afligem o corpo. Essa prática surgiu por volta do ano 3000 a.C. na Ásia, quando plantas como o ginseng e a cânfora eram utilizadas e tiveram as suas propriedades medicinais descritas.

Atualmente, as plantas com propriedades medicinais são manipuladas em farmácias, processo determinante para a separação do princípio ativo para a cura de dores e para a potencialização do efeito esperado.

Além do mais, ao passar por um processo industrial, os riscos de contaminação e de intoxicação são nulos, e a quantidade de uso é padronizada.

Todo e qualquer medicamento fitoterápico é fiscalizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sob coordenação do Ministério da Saúde.

7 plantas que curam as dores do corpo

Abaixo, separamos as 7 principais plantas utilizadas para a cura de dores relacionada aos mais diversos fatores. Conheça melhor cada uma e como ela age no seu organismo:

1. Garra-do-diabo

Planta coberta de ganchos utilizados para se prender em animais, a garra-do-diabo é originária da África e possui inúmeros benefícios medicinais.

O seu extrato medicinal possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, sendo utilizado para o tratamento de doenças como artrite e osteoartrite e para dores musculares, de cabeça e do trato gastrointestinal.

2. Erva-baleeira

Conhecida também pelo nome de maria-milagrosa, a erva-baleeira é nativa da Mata Atlântica e é muito utilizada pelas tribos indígenas do litoral brasileiro.

As suas propriedades medicinais estão voltadas para o tratamento de dores causadas por inflamações, úlceras, reumatismo, fibromialgia e contusões em geral.

3. Boswellia serrata

A Boswellia serrata é a planta que produz o incenso indiano salai, sendo nativa da Índia e muito difundida na Ásia.

O seu uso medicinal é conhecido por centenas de anos, orientado para o tratamento de dores causadas por artrite e osteoporose.

4. Arnica

O princípio ativo da arnica está localizado nas suas raízes, possuindo substâncias determinantes no tratamento de diversas doenças devido ao seu potencial anti-inflamatório.

A arnica pode curar dores de hematomas, contusões, escoriações, picadas ou ferroadas de insetos, além de edemas relacionados à fratura de ossos e articulações.

5. Sucupira 

A semente de sucupira é utilizada amplamente com fins medicinais em função de suas propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, antirreumáticas, antimicrobianas e no tratamento de faringites e amidalites.  

 6. Prímula

Conhecida como barral, rosas-de-páscoa e copinho-de-leite, a prímula é um gênero que inclui muitas plantas de caráter medicinal muito comum na América do Norte.

O óleo extraído da prímula é eficaz no tratamento de dores causadas por inflamação, doenças do sistema imunológico, doenças do fígado e indisposições gerais causadas pela tensão pré-menstrual (TPM).

7. Erva-de-são-joão

A erva-de-são-joão é uma planta presente em muitas regiões ao redor do globo, como Ásia, África e Europa. É conhecido também como hipérico, e as suas pétalas amarelas são bem características, permitindo fácil reconhecimento.

A sua principal função medicinal está relacionada ao tratamento de dores de origem fúngica e microbiana. Em outras palavras, ela é eficaz para curar infecções e ajuda na cicatrização.

A fitoterapia vem crescendo muito ao longo dos anos graças aos avanços na área da farmacologia e da manipulação de substâncias naturais. São muitas as plantas que curam a dor no corpo, e elas podem ser aproveitadas para garantir uma boa qualidade de vida.

Gostou deste texto sobre fitoterapia? Então não deixe de visitar o nosso site e de conhecer os nossos produtos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This