Os medicamentos manipulados são uma opção inteligente, com uso racional e personalizado, diferente dos medicamentos industrializados vendidos em drogarias. Eles são encontrados na farmácia de manipulação. Isso é algo excelente, já que oferece mais opções ao consumidor e, assim, ele pode optar pelo produto com mais qualidade e que seja o ideal para a sua necessidade.

E o que são exatamente uma farmácia de manipulação e um medicamento manipulado? Qual a diferença para os remédios que compramos numa drogaria? Veremos, a seguir, as respostas para essas e outras perguntas!

O que é uma farmácia de manipulação e o que ela faz?

É um local no qual as fórmulas dos medicamentos são preparadas de forma personalizada para cada pessoa, de acordo com as recomendações prescritas pelo profissional de saúde. Essa já é uma das diferenças entre esse tipo de estabelecimento e as drogarias convencionais, pois estas recebem o remédio pronto dos laboratórios.

Antes de a receita ser encaminhada para o setor em que são preparadas as fórmulas, ela passa pelas mãos de um farmacêutico para conferência. Afinal de contas, qualquer profissional de saúde pode cometer erros. Assim, é sempre bom que haver outro profissional para revisar a prescrição e garantir a segurança do paciente, que é o mais importante.

Para que uma farmácia de manipulação comece a funcionar, é necessário ter autorização de alguns órgãos do governo, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Vigilância Sanitária Estadual e Vigilância Sanitária Municipal e Conselho Regional de Farmácia. Há normas e padrões que são exigidos para que o estabelecimento fique legalizado.

Quais são os padrões exigidos?

Algumas normas que devem ser seguidas pelas farmácias de manipulação são:

  • ter um Alvará de Localização expedido pela prefeitura;
  • ter um projeto arquitetônico aprovado, seguindo as normas da Vigilância Sanitária e da Anvisa;
  • ter um Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos com um contrato assinado com uma empresa certificada para incineração dos resíduos gerados pela farmácia;
  • passar por uma fiscalização rigorosa antes conseguir o Alvará de Funcionamento expedido pela Vigilância Sanitária.

O que é um medicamento manipulado?

São remédios feitos especificamente para uma pessoa. A quantidade de cada substância que vai na fórmula é adequada para a sua necessidade e a de mais ninguém.

Ele pode ser excelente opção quando o medicamento indicado não é encontrado com facilidade nas drogarias. Pode ser que o medicamento exista, mas em dosagem diferente ou com a forma mais indicada indisponível.

Quais as vantagens do medicamento manipulado?

1. É personalizado

Um medicamento manipulado consegue oferecer a vantagem da personalização, ou seja, é feito com base nas suas necessidades. Isso também ajuda a deixar o tratamento mais rápido e eficaz.

2. Usa uma fórmula para cada situação

Em alguns casos, a forma na qual o medicamento se encontra pode fazer diferença no tempo de tratamento. Por exemplo, o uso de um medicamento tópico pode ser melhor que o de um comprimido para doenças de pele.

3. Preserva o meio ambiente

Sabia que, ao usar um produto manipulado, você também está ajudando o meio ambiente? O fato de as dosagens e as quantidades para os medicamentos serem exatas reduz o desperdício de substâncias que são descartadas na natureza.

4. Contém substâncias associadas

É possível colocar na fórmula diversas substâncias ativas, desde que uma não interfira na outra, é claro. Isso torna o tratamento mais barato, porque você não precisa comprar vários medicamentos. É como ter um dois em um.

Quais são as normas da ANVISA em relação às farmácias de manipulação?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) tem, como principal objetivo, garantir que as empresas cumpram com todas as normas preestabelecidas. No caso das farmácias de manipulação, então, são mais de 200 normas a serem cumpridas. Estas garantem ao consumidor segurança ao adquirir um produto manipulado, com uma qualidade previamente certificada, desde a aquisição da matéria-prima até o produto final oferecido ao cliente.

A importância delas passa desde peso e dosagem exata de medicamentos — sendo obtidos por meio de pesagens monitoradas e informatizadas, as quais evitam erros como troca de medicamentos —, até o responsável técnico, bem como horário de funcionamento do estabelecimento.

Uma das normas pouco conhecidas, mas não menos importantes, é o fato de não se permitir propaganda de medicamentos manipulados. Isso se dá pelo fato de esse tipo de medicamento ser, como informamos, específica para cada paciente, não podendo, assim, ser usados por qualquer pessoa.

Dessa forma, somente aos profissionais habilitados é permitido prescrever medicamentos e materiais informativos sobre princípios ativos que a farmácia disponibiliza para manipulação. Talvez por esse motivo essas empresas não sejam assim tão conhecidas.

Que tipos de medicamentos podem ser manipulados?

Quando pensamos em medicamentos manipulados, logo se imagina que eles sejam feitos de maneira especial, pensados diretamente ao cliente final. Mas a maior dúvida talvez seja se todos os medicamentos podem ser manipulados.

Eles, em sua maioria, quando industrializados, atendem a um público muito amplo, enquanto que o medicamento manipulado atende a um paciente em especial, ou seja, é feito sob medida para a necessidade e as características individuais do mesmo. Quase todo medicamento pode ser manipulado, desde a dosagem até os componentes exigidos na receita.

Um aspecto importante a ser levado em consideração é que o componente manipulado passa por várias fases, não todas iguais — daí a importância de se confiar no fornecedor.

Quais são os benefícios de se manipular remédio?

Um grande benefício da manipulação de medicamentos, e que atrai o consumidor, é o custo-benefício, haja vista que ele se torna mais barato que o convencional, além de ser oferecido de maneira adequada às necessidades do cliente no momento.

Há pacientes que fazem uso de vários medicamentos industrializados ao mesmo tempo, ocasionando, por vezes, até alguns malefícios a saúde, devido ao fato de eles serem destinados a grande parte da população, enquanto que o medicamento manipulado tem a possibilidade, como já dissemos, de associar diversos componentes em um único comprimido.

Além disso, os manipulados são feitos levando em conta o histórico individual do paciente, fazendo com que o tratamento se torne mais eficaz do que o feito por meio de medicamentos industrializados comuns.

Uma outra vantagem encontrada no uso de medicamento manipulado é a disponibilidade de remédios raros no mercado, pois há doenças que são tratadas com medicamentos de difícil comercialização.

Esperamos ter ajudado você a conhecer e saber mais sobre farmácia de manipulação, bem como aprender um pouco sobre esse assunto. Se quiser se manter informado, assine nossa newsletter e esteja por dentro de nossas novidades!