Perder peso de forma saudável e rápida é o sonho de muita gente. Para ajudar nessa trajetória, dietas associadas a suplementos alimentares chegam para somar e contribuir no dia a dia. Entretanto, sempre que inserimos ou substituímos algo em nosso cardápio devemos estar atentos quanto ao uso e à forma de nosso organismo reagir a esse complemento.

Neste artigo você descobrirá se as dietas associadas ao uso de suplementos são recomendadas ou não e quais os benefícios e resultados para a saúde. Acompanhe!

O que é um suplemento?

Um suplemento alimentar é qualquer substância quimicamente produzida, que tem como objetivo potencializar a ação dos alimentos naturais. Muito usado por atletas e por pessoas que buscam melhorar seu desempenho, alguns produtos também têm a função de ajudar na redução de peso.

Além disso, o suplemento age para complementar as calorias e repor nutrientes de pessoas que estão lutando para perder peso. Se aliado a uma dieta balanceada, pode fazer toda a diferença durante os treinos.

Como são as dietas associadas a suplementos?

Perder peso é, de fato, algo bem complicado. Porém, dietas associadas a suplementos podem trazer grandes benefícios para quem deseja ficar em forma de forma eficiente.

Se as dietas forem realizadas de maneira balanceada, com gastos calóricos maiores dos que as calorias ingeridas, os suplementos ajudam a controlar o que é absorvido e, por consequência, facilitam a digestão, evitando o acúmulo de gordura.

A combinação entre as duas ações dever ser dada de forma criteriosa e seguindo à risca as orientações de um nutricionista. Assim, é possível evitar superdosagens ou uso de produtos censurados, que podem causar diversos malefícios para algumas pessoas.

Os benefícios dos suplementos estão na capacidade desse tipo de produto oferecer doses elevadas de vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas, além dos ácidos graxos, carboidratos, repositores hidroeletrolíticos e energéticos, lipídeos e fibras.

Esses complementos podem ser encontrados em cápsulas, pó, pastilhas mastigáveis, barras, tabletes entre outras formas.

Para cada necessidade ou etapa de treinamentos são indicados um tipo de suplemento. A quem deseja emagrecer, por exemplo, Garcinia Cambogia, Goji Berry, Fucoxantina, Citrus Sinensis são alguns dos produtos que fazem a diferença se associados a dietas saudáveis.

Já para quem deseja o ganho de massa muscular, Creatina, Whey Protein, BCAA, entre outros são alguns dos mais conhecidos. Antes da ingestão desses produtos, também recomenda-se uma avaliação clínica para que seja analisada a condição do paciente e em relação à intolerância de alguns alimentos.

Quais são os tipos de suplementos?

Exercício físico e boa alimentação são aliados fortes para atingir o equilíbrio que se deseja. Atualmente no mercado é possível encontrar uma variedade enorme de suplementos que ajudam a evoluir ou suprir a necessidade do organismo.

Para cada suplemento, um benefício diferente. Conheça alguns que podem trazer bons resultados para situações distintas:

Hipercalóricos

Complementos que “valem” por uma refeição. Possuem vitaminas, minerais, alto teor de calorias, gorduras, carboidratos e proteínas. É indicado para quem tem metabolismo acelerado e não consegue ganhar massa muscular.

Proteicos

Ajudam na formação muscular, são ricos em aminoácidos e reduzem o índice de lesões. Um dos mais famosos é o Whey Protein.

Termogênicos

Suplementos com essa ação têm o poder de aumentar a temperatura do corpo e acelerar o metabolismo. Auxiliam facilmente nos processos de emagrecimento.

Vitamínicos e minerais

São recomendados para suprir a carência de nutrientes no corpo como zinco e ferro, por exemplo.

Lembre-se de que não existe fórmula mágica. Dietas associadas a suplementos podem ser funcionais desde que aplicadas corretamente, amparadas por exercícios físicos e indicadas por profissionais.

Você já faz uso dietas associadas a suplementos? Conte aqui no post qual é que tipo de benefício essa junção tem feito para a sua saúde!