Recuperar cabelos danificados por químicas nem sempre é uma tarefa fácil e demanda paciência e dedicação, pois os cuidados devem ser diários e contínuos para alcançar o resultado desejado.

Os danos capilares geralmente ocorrem após alisamentos, permanentes, relaxamentos e colorações realizados com frequência ou de maneira inadequada, que deixam os fios quebradiços, ressecados, porosos ou com pontas duplas.

Mas, seguindo algumas dicas básicas, seus cabelos voltarão a ficar bonitos e saudáveis em pouco tempo!

1. Faça um cronograma capilar

O cronograma capilar nada mais é do que uma agenda de cuidados para a reposição de água, lipídios e proteínas nos fios. Essa rotina de tratamento é composta por três fases: hidratação, nutrição e reconstrução.

Porém, antes de escolher os produtos e iniciar as aplicações, é indicado consultar um cabeleireiro e um médico especialista para avaliar o estado dos fios e saber a periodicidade ideal de cada etapa.

Hidratação

O tratamento mais conhecido dentro do cronograma capilar é a hidratação, uma grande aliada dos cabelos ressecados e sem brilho. Ela tem como função devolver água e nutrientes essenciais perdidos pelos fios diariamente.

A escolha do creme de hidratação deve levar em conta as características do cabelo — liso, crespo, ondulado ou cacheado —, o tipo de dano apresentado e os ativos hidratantes presentes na fórmula, como D-Pantenol, manteiga de oliva e babosa.

Para potencializar os efeitos da hidratação, recomenda-se adicionar uma colher de chá de óleo vegetal ao creme de tratamento. O óleo de semente de uva, por exemplo, é uma opção bastante eficaz por seu alto teor de vitamina E, ácido linoleico e ácido palmítico, que hidratam e revitalizam os cabelos, evitando a quebra.

Nutrição

A nutrição é responsável pela reposição de lipídios — gorduras produzidas naturalmente pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo, cuja função é formar uma camada protetora nos fios, deixando-os brilhantes, alinhados, macios e flexíveis.

Essa etapa pode ser realizada com máscaras à base de óleos ou manteigas vegetais, como óleo de coco, óleo de abacate, azeite de oliva e óleo de argan, ou com esses mesmos ativos in natura, em um processo chamado umectação, que é indicado para cabelos muito ressecados.

Reconstrução

A reconstrução é a etapa mais importante para recuperar cabelos danificados por químicas. Esse tratamento age na reposição de proteínas nos fios quebradiços e porosos, auxiliando na recuperação da massa capilar.

Para conseguir o efeito esperado, a máscara de reconstrução deve ser formulada, de preferência, com queratina, colágeno, creatina, arginina ou cisteína.

2. Evite o uso de chapinha e secador

O calor é um dos grandes inimigos dos cabelos sensibilizados por químicas, pois pode agravar o ressecamento e facilitar a quebra. Deixe os cabelos secarem naturalmente ou use o secador na temperatura mais baixa, sempre após a aplicação de um protetor térmico nos fios.

3. Cuide da alimentação para recuperar cabelos danificados

Uma dieta balanceada é um dos pilares para manter o corpo sempre saudável tanto interna quanto externamente. Os danos capilares, muitas vezes, estão associados à deficiência ou ao excesso de vitaminas e nutrientes no organismo.

Por isso, o ideal é procurar um nutricionista para receber orientações e montar um cardápio adequado às suas necessidades individuais.

Agora que você já sabe como recuperar cabelos danificados por químicas, conheça alguns cuidados essenciais para evitar a queda de cabelo!