Muitas pessoas apresentam sérios problemas alérgicos. Alguns exemplos bem comuns são rinite, alergia a alimentos como crustáceos e oleaginosas, entre outros. Também há a alergia medicamentosa, que ocorre quando algum componente do medicamento ativa as células de defesa do organismo.

Vamos nos aprofundar um pouco mais nesse assunto e descobrir que os remédios manipulados são uma ótima forma de contornar esse problema.

O que é alergia medicamentosa?

A alergia medicamentosa é quando ocorre uma reação adversa não esperada ou desejada e tem como consequência um efeito nocivo sobre a saúde do indivíduo. Isso pode acontecer mesmo utilizando as doses terapêuticas, ou seja, as recomendadas pelo seu médico. Essas reações advindas da alergia podem ser classificadas em 2 tipos: as previsíveis e as imprevisíveis.

Previsíveis

São aquelas reações adversas que acontecem em cerca de 75% dos pacientes que tomam determinado medicamento. Isso quer dizer que, na maioria desses casos, já se tem ciência do que pode vir a acontecer pelo uso de uma determinada droga. As reações previsíveis são ainda classificadas em 4 tipos:

  • efeito secundário (também conhecido como efeito indireto);

  • toxicidade;

  • interação de drogas (quando o paciente está ingerindo mais de um remédio);

  • efeito colateral.

Imprevisíveis

Nesse caso, as reações são bastante incomuns e ocorrem em pacientes que já apresentam alguns problemas alérgicos para outras substâncias. Não há uma relação direta com a ação da droga em si, mas uma resposta imunológica específica ou uma deficiência genética. Podem ser classificadas em:

  • intolerância medicamentosa;

  • reação de hipersensibilidade;

  • reação idiossincrática.

Dessas, a que mais nos interessa nesse momento é a reação de hipersensibilidade, também conhecida como reação alérgica.

O que acontece na reação de hipersensibilidade?

A reação de hipersensibilidade pode ocorrer por conta da ativação de um anticorpo específico – normalmente o linfócito T – que está sensibilizado. A partir daí, mediadores químicos vindos das células de defesa passam a ativar outras células, informando que existe um corpo estranho e que ele precisa ser destruído.

A reação aos medicamentos é adquirida, ou seja, você não nasce com ela. Você pode tomar uma determinada medicação por muito tempo, sem ter nenhum problema e, de repente, se tornar alérgico. Os grupos de remédios que são mais conhecimentos por iniciar esse problema são principalmente os antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios.

Quais as principais causas?

Normalmente, há uma reação do sistema imune de forma exacerbada, provocando assim todos os sintomas e sinais da alergia medicamentosa. A substância presente na droga é identificada como um agente invasor. É como se já existisse uma informação, dentro da célula de defesa, de que qualquer corpo estranho que possua a substância “x” precisa ser eliminado.

Quais os sinais e sintomas?

Os sinais de uma alergia medicamentosa são os mais variados, como erupção na pele, vermelhidão no corpo, febre, palidez ou lábios roxos. Já os sintomas são falta de ar, diarreia, pressão baixa, dor abdominal, entre outros. O sinal mais grave de todos é a anafilaxia, que ocorre quando há o fechamento da glote e a pessoa não consegue respirar. Se as medidas de emergência não forem tomadas, o indivíduo por ir a óbito.

Como o medicamento manipulado pode ajudar?

A reação alérgica não costuma vir da reação do medicamento em si, mas sim dos outros produtos que estão dentro da droga, sem ser a substância principal. Muitas são essas substâncias: amido, macrogol, corantes, celulose microcristalina, hipromelose e outras. Nesse aspecto, o medicamento manipulado é muito mais seguro, pois o farmacêutico pode remover esses adicionais, caso causem problemas à saúde do paciente.

No caso em que a pessoa precisa tomar vários medicamentos, o manipulado também ganha destaque, pois pode ser feito de forma que não interfira na ação das outras drogas. Com o rótulo personalizado, você consegue ver quais substâncias estão na fórmula e identificá-la antes que a reação alérgica aconteça.

Sofre de alergia medicamentosa e quer saber como os medicamentos manipulados podem ajudar? Então entre em contato conosco!