Quais são os benefícios do Magnésio para o corpo?

Em busca de manter uma boa saúde e imunidade, as pessoas estão mais perceptivas aos sintomas que aparecem no corpo. Logo, a procura por conhecimento sobre alimentos benéficos, suplementos e hábitos saudáveis aumentou bastante. O Magnésio não pode ficar fora dessa lista, pois é um dos elementos que pode trazer muitos benefícios para o corpo e ao longo do texto descobriremos que ele é essencial para a saúde.

O que é Magnésio?

O Magnésio é um mineral essencial, o oitavo elemento mais abundante na crosta terrestre, porém ele não é encontrado livre na natureza, ele está na composição de mais de 60 minerais e pode ser encontrado em vegetais e cereais.  Alimentos como os legumes, verduras de folhas verde escuro, nozes, frutas, carnes e peixes possuem níveis intermediários de Magnésio. Sendo as nozes brasileiras, conhecidas por apresentar um conteúdo relevante desse mineral, com destaque para a Castanha do Pará que é a mais rica.

Por que o Magnésio é tão importante para saúde? E quais benefícios ele traz?

Este mineral é o quarto mais abundante no organismo e tem funções essenciais para a vida. Atua em várias reações metabólicas como cofator, desempenhando papel fundamental no metabolismo da glicose, na homeostase insulínica e glicêmica, na síntese de adenosina trifosfato, proteínas e ácidos nucleicos.

Além disso, o Magnésio traz benefícios atuando na estabilidade da membrana neuromuscular e cardiovascular, na manutenção do tônus vasomotor e como regulador fisiológico da função hormonal e imunológica. Evidências apontam que o magnésio tem papel-chave na imunidade, agindo tanto na resposta imune inata quanto na adquirida (Laires MJ, Monteiro C. Exercise, magnesium and immune function. Magnes).

O que acontece quando há deficiência de magnésio no organismo?

Hipomagnesemia é o nome dado a deficiência de magnésio caracterizada por níveis sanguíneos (séricos) de magnésio quando estão abaixo de 0.75 mmol/L.

Diversos órgãos do corpo, especialmente o coraçãomúsculos e rins, precisam de magnésio e quando há uma deficiência de magnésio o corpo manifesta através de sintomas. Os mais frequentes são náuseas, vômitos, sonolência, perda de apetite, espasmos musculares, fraqueza, distúrbios do sono, dor de cabeça, tremores, alterações comportamentais e em casos mais graves, convulsões, especialmente em crianças.

Esta deficiência pode trazer algumas complicações como infarto agudo do miocárdio, arritmia cardíaca, depressão nervosa, asma, osteoporose e dor crônica.

O que pode causar a deficiência?

Ao contrário do que pensamos uma dieta pobre raramente causa deficiência, já que frutas, grãos e verduras possuem este mineral. Mas uma má absorção, um excesso de excreção provocado por medicamentos, uma doença gastrointestinal, infecções, alcoolismo, diabetes, pancreatite, diarreia crônica e outras podem causar uma deficiência de magnésio no organismo.

Alguns medicamentos se usados de forma prolongada também podem causar deficiência. Como exemplo, pode se citar o uso prolongado de alguns antibióticos e inibidores de bomba de prótons, uso de diuréticos, cisplatina, ciclosporina e adrenérgicos.

Qual o tratamento para a deficiência?

Caso, ocorra algum sintoma caracterizando uma deficiência, o melhor a fazer é consultar um médico para investigar o quanto e quando é preciso de magnésio. Conforme o especialista, o magnésio poderá ser administrado por via oral ou por injeção no músculo ou veia.

Existem algumas apresentações comerciais de magnésio, por exemplo, Aspartato de Magnésio, Óxido de Magnésio, Citrato de Magnésio, Cloreto de Magnésio, Magnésio Dilamato, Magnésio L Treonato, Carbonato de Magnésio, Magnésio Quelato, Magnésio Glicil Glutamina e Magnésio Taurato. Assim, cada variação pode ser indicada para cada necessidade do organismo.

Gostou de conhecer mais sobre os benefícios do Magnésio? Com o auxílio de um especialista descubra se você necessita e qual deles é mais indicado. O Magnésio pode ser manipulado na dose certa e na quantidade que cada pessoa necessita.

Quer saber mais? Entra em contato com a Gállica ou visite nossas redes socias! Facebook / Instagram.

Referências bibliográficas: 1Literatura do fornecedor; 2 – Gil ES, Brandão ALA. Excipientes: Suas aplicações e controle físico-químico, Pharmabooks, 2007; 95-96p; MONTEIRO TH, VANNUCCHI H. Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes: Magnésio. International Life Sciences Institute, São Paulo, 2010. Foto: Canva.

banner entrar contato whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *